Curta e Siga


Saiba mais sobre os 7 estágios do Alzheimer





Olá! Tudo bem? Sou a Dani Souto, esse blog faz parte da Chakalat.net e esse post fala sobre Saiba mais sobre os 7 estágios do Alzheimer.





A doença de Alzheimer é uma doença degenerativa do cérebro que acomete pessoas com mais idade. Funções cerebrais como memória, linguagem, cálculo, comportamento  são comprometidas de forma lentamente progressiva levando o paciente a uma dependência para executar suas atividades de vida diária.

Os sintomas da doença acontecem por causa do acúmulo de proteínas tóxicas no cérebro. Na medida em que essas proteínas formam placas que afetam as diferentes partes do órgão, o Alzheimer evolui.

Estudos mostram que a duração de cada estágio também é extremamente variável. Em média, o primeiro estágio tem duração de dois a 10 anos. O segundo, de um a três anos. O terceiro, de oito a 12 anos.

Esses estágios podem ser subdivididos em sete fases:
– Leve: fases 1 a 3
– Moderado: fase 4 e 5
– Grave: fases 6 e 7

Veja o passo a passo abaixo:

1 – Acúmulo no hipocampo: fatos recentes

As proteínas começam por se acumular no hipocampo, a parte do cérebro onde as memórias são inicialmente formadas. Por isso, formar novas memórias e relembrar fatos recentes torna-se difícil para pessoas com Alzheimer.

2 – Problemas de linguagem

Depois do hipocampo, as placas de proteínas se acumulam na parte do cérebro relacionada à linguagem. Isso dificulta, muitas vezes, que o idoso encontre as palavras certas para se expressar.

3 – Parte frontal do cérebro: lógica

Ao chegar na parte da frente do órgão, fica comprometida a habilidade de pensamento lógico. O doente passa a não conseguir resolver problemas, fazer planos e entender conceitos.

4 – Emoções

Quando as proteínas começam a se acumular na região do cérebro onde as emoções são processadas, ocorrem as conhecidas mudanças repentinas de humor da pessoa com Alzheimer.

5 – Alucinações

Em seguida, as placas chegam à parte que controla os sentidos, como visão, audição e olfato. Quando os neurônios desse local são danificados, a pessoa com Alzheimer passa a ter alucinações e delírios.

6 – Memórias antigas

Por fim, as placas chegam à parte de trás do cérebro, onde ficam armazenadas as lembranças mais antigas. É por isso que muitos doentes mantêm suas recordações de fatos muito antigos mesmo enquanto o Alzheimer evolui. Só agora, nessa etapa final, é que essa memória é afetada.

7 – Coordenação, equilíbrio e funções vitais

No estágio final, fica comprometida a parte que regula a coordenação e o equilíbrio, levando o doente a ficar acamado. Ao afetar funções vitais como a respiração e os batimentos cardíacos, o Alzheimer leva à morte do doente.

Embora seja difícil para familiares e cuidadores acompanhar esse processo, que dura em média de 8 a 10 anos, é importante estar consciente e entender o que acontece. A informação é um preparo a mais para enfrentar as adversidades!

Enquanto não se encontra uma cura para o Alzheimer, a prevenção é o melhor remédio. Exercícios, alimentação adequada e atividades de estimulação cognitiva podem adiar a chegar da doença e manter por mais tempo a capacidade que o idoso ainda tem.

O EBOOK Fisioterapia no Alzheimer com eficiência é para estudantes e profissionais de Fisioterapia e traz toda a explicação da doença de Alzheimer voltada para fisioterapeutas, seus estágios, tratamentos específicos e exercícios que podem ser feitos.

Espero que você tenha gostado da nossa abordagem.

Quer saber mais sobre Fisioterapia no Alzheimer? Conheça o Mini Curso Guia prático de Fisioterapia no Alzheimer .

Se você quiser receber notícias sobre saúde em geral, entre nos grupos do Whatsapp e no grupo do Telegram.

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário